Eu sou o Pedro, um sonhador. Vim de Aracajú para São Paulo com 50 reais no bolso e, desde então, venho tentando crescer na vida. Comecei a fazer entregas com uma bike emprestada e postar vídeos no meu canal do youtube, que virou uma segunda fonte de renda. Quero deixar de depender dos aplicativos e conhecer o mundo, outros povos e culturas.

Pedro, entregador de aplicativos há 3 anos.

12:25 Pedro liga o aplicativo ainda em casa e começa a aceitar entregas na região do Campo Limpo.

CAMPO LIMPO
Tem 30% dos seus domicílios localizados em favelas, o que representa quase 60 mil casas nesta situação.

-
Rede Nossa São Paulo, 2020

“Ano passado eu não ficava 10 minutos com o aplicativo parado. No final do ano tive um problema com a moto e fiquei 1 mês parado. Perdi score. Agora fico 2 horas sem receber outro pedido.”

14:47 Pedro recebe uma solicitação de entrega. São duas coletas no mesmo estabelecimento para entregas em endereços diferentes.

“Eles calculam o tempo com a velocidade média de 40km/h. As vezes não é bem assim, eles dão um tempo que você não consegue cumprir. Quando você chega depois do tempo, você é penalizado.”

15:10 Pedro chega ao seu primeiro destino, na Vila Andrade.

VILA ANDRADE
Uma das regiões com a maior disparidade socioeconômica do município, o distrito de Vila Andrade abriga a favela de Paraisópolis, a maior de São Paulo.

-
Censo, 2010

15:20 Pedro chega ao segundo destino, no Morumbi.

MORUMBI
Os moradores do Morumbi, têm, em média, 10 anos de vida a mais que seus vizinhos de Paraisópolis.

-
Rede Nossa São Paulo, 2019

“Aqui tem água para os entregadores, muito bom isso pois é difícil encontrar água nas ruas. Alguns aplicativos têm ponto de apoio. Mas é um ponto ou dois pra uma cidade enorme que tem 20 milhões de habitantes. Se cada bairro tivesse um ponto de apoio seria interessante.”

16:18 Pedro procura um restaurante para almoçar.

16:54 Pedro não encontra um restaurante barato e decide voltar para almoçar em casa.

“Vim pra casa. Vou fazer comida porque comprar comida ou lanche na rua, além de não matar a fome, é muito caro, então não vale a pena.”

19:18 Pedro reinicia sua jornada de entregas após almoçar e descansar um pouco.

“Era pra ter começado seis horas, mas fazendo as coisas em casa sempre demora, por isso que eu não gosto de vim pra casa.”

22:26 Depois de mais quatro entregas, Pedro desliga os aplicativos e retorna para casa.

“Não acho o valor justo. Quando entrei, era bem melhor. Eles estão baixando muito o valor. De dois anos pra cá a coisa mudou muito. Você tá em cima da moto, tá correndo risco, o aplicativo não reconhece o entregador.”

A jornada de Pedro em números:

8 horas trabalhadas
9 entregas
101km rodados
R$103,91 ganho bruto
R$13/hora

------------------------

-R$16,00 combustível
-R$5,35 internet

========================

R$82,56 ganho líquido

Preço médio de um botijão de gás (13kg): R$90,00.