Meu nome é Priscila, tenho 27 anos e moro no Jardim Monte Verde, ao lado da Represa Billings, na zona sul de São Paulo. Sou casada e tenho 4 filhos: os gêmeos Rychard e Ryan, de 10 anos, Rafaelly, 6, e Rhael, de 1 ano e 3 meses. Faço bolos e sonho em ter uma confeitaria.

Priscila, entregadora de aplicativo há 2 anos.

10:09 Priscila sai de casa, no Grajaú, na garupa da moto do marido para percorrer 27km até a Faria Lima, região em que trabalha como operadora logística de um aplicativo.

GRAJAÚ
Distrito mais populoso da capital paulista, ocupa a sétima posição de pior IDH da cidade. São mais de 50 mil pessoas vivendo em barracos e pequenas casas de alvenaria sem saneamento básico.

-
O Estado de São Paulo, 2016


MOVIMENTO PENDULAR
Casa-trabalho-casa. Em São Paulo, o deslocamento diário da zona leste até o centro equivale a um Uruguai em população.

-
Rede Nossa São Paulo, 2017

“Já sofri acidente, quando vinha com a bicicleta motorizada, a gente teve que desviar pra vim pela rua. Aí a viatura jogou em cima da gente. Eu caí em cima do arbusto mas não machuquei. E continuei minha viagem. Se você para, se você coloca uma pausa de 10, 15 minutos, nessa você acaba se atrapalhando.”

10:56 Priscila chega na Av. Faria Lima, onde costuma aguardar pelas solicitações, juntamente com outros entregadores.

FARIA LIMA
Descrita como Vale do Silício brasileiro, a Avenida Faria Lima, em São Paulo, reúne novas startups, analistas do mercado financeiros e escritórios de algumas das maiores empresas do país. A crise passa longe daqui.

-
Exame, 2019

“Pra quem não consegue emprego registrado, é um recurso, que é o único recurso que a gente tem, né?”

11:01 Priscila liga o aplicativo e aguarda receber uma solicitação de entrega.

11:35 Priscila recebe sua primeira solicitação de entrega.

11:40 Priscila chega ao restaurante para realizar a coleta.

11:47 Priscilla sai em direção ao endereço de entrega.

12:05 Priscila chega ao local da entrega e finaliza o chamado.

“Senti muita mudança com a pandemia, ficou fraco o aplicativo. Agora que reabriu, saiu da fase roxa, que tá dando uma melhorada. Teve semana que eu vinha pra cá e ficava das onze a meia noite e fazia 100 reais na semana.”

Na jornada de trabalho de Priscila, o tempo total de espera entre entregas é de aproximadamente 8 horas. Nesses intervalos, Priscila retorna ao ponto onde iniciou sua jornada, na Av. Faria Lima, e junta-se a outros entregadores.

“Tempo pra gente que tá na rua é dinheiro. Se você pega um estabelecimento que vai ficar 1 hora, 1 hora e meia parado pra poder retirar o pedido, você acaba não ganhando nada por isso. Só aquela rota…”

22:00 Priscila desliga o aplicativo e refaz seu caminho de volta para casa.

22:50 Depois de 27km percorridos, Priscila chega em casa.

“Estou cansada, mas grata a Deus pois sei que muitos queriam poder ter o que comer amanhã e não terão. E graças a Deus sei que tenho esse dinheiro já garantido pra comprar as coisas pra dentro de casa e pros meus filhos.”

A jornada da Priscila em números:

11 horas trabalhadas
11 entregas
76km rodados
R$66,65 ganho bruto
R$6,06/hora

------------------------

-R$12,00 combustível
-R$5,35 internet

========================

R$49,30 ganho líquido

Preço médio de um pacote com 46 fraldas: R$30,89.